2 de maio de 2017

[ Resenha #70] Minha Rendição

Titulo: Minha Rendição 
Autora: Cinthia Freire
Páginas:392
Sinopse:Segredos são como fantasmas nos assombrando e nos fazendo crer que são reais.
Todos têm os seus fantasmas.
Poliana tem os seus e há seis meses ela tenta se convencer de que ainda é capaz de viver, mesmo que seu coração lhe diga que não há mais esperanças.
Vinicius é um renomado cardiologista que vê no trabalho voluntário uma forma de se redimir dos seus pecados.
Uma mulher marcada pela dor, um homem que carrega em seu coração a culpa por seus atos.
Duas almas feridas encontrando nos braços um do outro uma nova chance para serem felizes.
Um livro sobre culpa, perdão, rendição e a descoberta do verdadeiro amor, mesmo quando não se espera por ele.

Olá, meus leitores. Andei meio sumida mês passado né? Então eu consegui um emprego novo, e para conciliar no começo estava sendo bem complicado ainda mais com uma escala 6x1 saindo para trabalhar 10:30  e só chegando 22:30  tendo filha  e todos os afazeres. Agora que estou me adaptando a rotina voltarei com as postagens no blog, não será mais aquela quantidade enorme de postagens, mas farei o possível para postar pelo menos duas vezes na semana. Agora vamos falar sobre “Minha Rendição”

“Assim que ouço, meu mundo se desfaz. E o que foi feito, foi feito.”

Minha Rendição conta a estória do Vinicius, é esse mesmo o do primeiro livro da série, desta vez ele vem como personagem principal da nossa estória. Um jovem cardiologista muito conceituado em seu ramo profissional com uma aparência exuberante e um charme irresistível.  Há algum tempo Vinicius foi absolvido de um crime que ele cometeu, mas mesmo assim ainda carrega consigo toda culpa, mesmo já tendo recebido o perdão ele não se conforma com o que fez. Por um lado isso o fez ser uma pessoa melhor, a pensar no próximo, a ser caridoso e de coração aberto.
 
“-Ele mandou que soltassem o homem, por que  mesmo livre um homem digno  que comete um crime  sempre será prisioneiro de suas terríveis lembranças. Ele nunca se perdoará.”

 Com isso a rotina de Vinicius fica a todo vapor, pois ele começa a trabalhar no projeto de uma ONG. Ele da à vida por esse projeto. Quando não está trabalhando no hospital ele está organizando as coisas da ONG e deixando todos ao seu redor preocupado com seu estado de saúde.  As noites para Vinicius é um verdadeiro tormento, pois ele só tem pesadelos e não consegue dormir, isso faz com que sai culpa aumente cada dia mais.

Poliana,  é uma jovem com os cabelos ruivos que mesmo com tão pouca idade já passou por poucas e boas sendo órfã e criada em um orfanato ela nunca  desistiu de correr atrás. Uma mulher determinada que corre atrás de um futuro melhor . Trabalha em um restaurante como atendente e leva a vida nesse ritmo sem muito luxo apenas com o básico que uma pessoa precisa para viver. Poliana sofreu um trauma terrível no passado que a fez jurar para si mesmo que não iria se envolver completamente com um homem de uma maneira tão intensa, devido a essa promessa ela vira uma mulher cheia de receios. Quando ela avista Vinicius pela primeira vez ela questiona o que um homem tão bem vestido está fazendo em um lugar de quinta categoria, e logo em seguida se pega o admirando.


“-Ele mandou que soltassem o homem, por que  mesmo livre um homem digno  que comete um crime  sempre será prisioneiro de suas terríveis lembranças. Ele nunca se perdoará.”

 Poliana tenta negar para si que sentiu algo diferente quando viu Vinicius, mas toda vez que a porta do restaurante se abre ela torce para que seja ele entrando.Eis então que o sentimento  e é recíproco e eles começam a se aventurar em um romance nada convencional, que faz Poliana  pensar até que seja um conto de fadas. Um romance avassalador, com uma estória que vai fazer você repensar os seus valores e princípios, vai fazer você dá mais valor a sua vida, vai fazer você amar ao próximo e fazer você se apaixonar.


  QUE LIVRO É ESSE PRODUÇÃO?  Sem palavras para esse livro, mais uma vez a autora me surpreendendo se bem que não esperava menos dela, pois ela arrasa, terminei o livro em lágrimas molhando a tela no telefone e o abraçando bem forte como se o Vini e a Poli La dentro pudessem sentir meu abraço, pois eu precisava disso eu sofri demais junto com esses dois. A escrita Cinthia é uma das melhores que eu conheço ela tem o dom, o dom de te prender de te fazer chorar to começando a achar que ela é a nossa  Nicholas Sparks  Brasileira, por que meu deus me faz ter um mix de sentimentos em um único livro, e o melhor de tudo e a mensagem que ela trás junto com cada livro.

“A grande maioria das pessoas não percebe a força das palavras até que elas sejam usadas contra ela.”

 Não falei muito do enredo, pois o livro nos rende muitas surpresas, reviravoltas e coisas que vão fazer vocês ficarem de queixo caído, por isso eu falei mais por alto, mas não achem que é um clichê, pois a autora escreve tudo menos um clichê batido, creio que ela ama surpreender os leitores então  deixe ser surpreendido.

“ Fé é acreditar naquilo que não se pode ver- ela diz com um sorriso nos lábios.-Não vemos o amor, nem  o de Deus e nem o do homem, apenas o sentimos e acreditamos , sem perguntas e sem dúvidas. Acredite, apenas acredite.”


 Ela me colocou para pensar várias vezes, e me mostrar o quão a vida pode ser injusta com algumas pessoas. Poliana foi um personagem que me cativou de inicio, uma menina simples, e não se iluda achando que ela é pobre coitada igual estamos acostumadas a ver por que não é, ela tem uma opinião formada com uma mentalidade enorme, tudo bem que teve uma atitude dela que me incomodou, mas mesmo assim ainda  tem justificativa. Vini, nossa como eu me senti apegada a ele, confesso que no primeiro livro tive ódio mortal dele que nem sabia se conseguiria ler esse livro, pois quem já leu o primeiro sabe que foi muita sacanagem o que ele fez. Mas ele me mostrou ser um cara completamente o oposto, que as pessoas podem sim mudar e ele conseguiu provar isso para todas as leitoras que ele é um cara de bom coração, e me apaixonei por ele.

“ Com suas mãos, ele me mostrou o quanto eu era frágil e pequena e com seu corpo ele me destruiu.. O mesmo homem que me tornou mulher, fpi o homem que me matou.”

 Temos também os personagens secundários, como a amiga da Poliana uma ex do Vini a Irmã do Vini e Carol e Gabriel o casal protagonista do primeiro livro. Todos tem uma grande importância, pois tem algumas ligações entre eles para formara trama.

“ Não são os erros quem nos define, mas a maneira como agimos a partir deles.”
 Nesse livro somos apresentados o quanto um relacionamento abusivo mexe com o psicológico de uma mulher, o quanto a agressão não machuca só fisicamente, mas também mentalmente. Peguei-me chorando por inúmeras vezes quando a Poliana relatava algumas coisas eu me questionava por que ela aguentou tanto tempo ?   Ela tinha medo, e qualquer mulher no lugar dela teria. A autora nos apresenta as coisas de uma maneira clara em forma de alerta e isso me encanta na escrita dela.

“Existe um ponto, quando a dor se torna insuportável , que seu corpo desliga”

O livro é narrado pelo ponto de vista da Poliana e do Vinicius, amei a narrativa, pois assim sabemos o que ambos estão pensando e por ser narrativa em primeira pessoa ficou bem ampla a forma na qual eles narravam. A escrita da autora eu nem preciso falar nada né?  A escrita dela é maravilhosa, envolvente e muito fluida  quando você percebe já está no fim querendo  mais e mais. Gosto da mensagem que ela trás em cada livro e como ela constrói cada personagem, pois é impossível não se apaixonar por eles. Esse livro me fez ficar com uma baita ressaca. Ele é um livro que contém partes sensuais não chega ser um hot, e sim um complemento que tem uma grande importância na estória devido a trajetória de Poliana. Não tenho como opinar sobre a diagramação, pois li em e-book, mas mesmo assim está tudo caprichado. Espero em breve poder ler mais livros dessa autora, ela eu indico de olhos fechados. Espero que tenham gostado da resenha!